O que é o GP

WORLD KETTLEBELL GP SERIES

É a primeira competição em série de kettlebell sport onde os desportistas e clubes de todo o mundo competem entre si.

Vencedores e medalhistas do Grand Prix são definidos de acordo com a classificação anual, dos desportistase clubes.

Em 2016 o GP contou com 25 etapas por todo o mundo, foram 20 países com a abertura e enceramento das estapas na América do Sul, sendo a primeira etapa no Chile e a última no Brasil passando também por EUA, Singapura, Puerto Rico, Austrália, Croácia, Canadá, China, Rússia, Costa Rica, México, Noruega, Polônia, Inglaterra, Malásia, Itália, Japão, Hungria, Escócia.

Ao redor do mundo participaram 129 clubes de kettlebell alguns recém criados e outros com bastante história. Em 2017 serão 39 etapas e novos países sedes como Índia,Taiwan, Irlanda, Ucrania e Malásia. Algumas etapas do GP também valerão como campeonatos importantes da WAKSC, assim como a etapa de Costa Mesa na Califórnia que é o Campeonato Mundial, a etapa da Ucrânia que será o Campeonato Europeu, o Latino-americano no Chile e o Campeonato Asiático na Indonésia.

GRAND PRIX Brasil

O Brasil sediou pela primeira vez uma etapa do GP da WAKSC em 2016 na cidade de Curitiba. Participaram do campeonato 47 atletas de 8 estados brasileiros (PR, SC, SP, BA, RS, RJ, PE, DF), além do Chile e Rússia.

Nos últimos dois anos o Brasil foi o país que mais cresceu em todo mundo em número de praticantes e desde 2014, quando os primeiros campeonatos foram organizados, o nível técnico e a performance dos atletas aumentaram. O que credenciou o país a receber uma etapa do Grand Prix da WAKSC.

Um exemplo disso foram os recordes alcançados nessa 1º edição do @WKGPSBrasil. Atletas internacionais importantes competiram no GP como o hexacampeão mundial de Kettlebell Sport, o russo Denis Vasilev e o chileno Rodrigo Cañas, da equipe Pesa Rusa, que foram homenageados com troféus de reconhecimento pela contribuição ao esporte.

Para 2017 esperamos um aumento de 100% no número de competidores, uma vez que que a Bahia, considerada como um estado de referência no kettlebell sport, conta com 50 competidores de alto nível na capital e interior.